Tricolor não sai do 0x0 com o Marcílio Dias fora de casa

O Camboriú FC foi a Itajaí na tarde deste domingo, dia 3, enfrentar o Marcílio Dias em partida válida pela sexta rodada do returno do Catarinense Série B 2017. Jogando no estádio Hercílio Luz, o Tricolor criou as melhores chances na primeira etapa, mas parou nas mãos do goleiro Rafael Kahn. Já na segunda etapa, foram os donos da casa quem tiveram as melhores oportunidades, mas pararam nas defesas de Paulo Roberto. Na tarde dos goleiros, o placar acabou não sendo modificado.

Com o 0x0, a Cambura segue na vice-liderança da classificação geral, com 27 pontos, atrás exatamente do Marcílio, que soma 28. No returno, o Tricolor soma 10 pontos e divide a terceiro colocação, quatro pontos atrás do líder Concórdia. O próximo compromisso será novamente em Itajaí. No sábado, dia 9, às 10h, a Cambura enfrenta o Barra no estádio Camilo Mussi.

O jogo

O Tricolor entrou em campo com os desfalques de Brasão, Juninho Aguiar e Felipe Recife. A partida começou com as dua equipes bem postadas e se respeitando dentro de campo. Aos 12 minutos, Schwenk, camisa 9 do Marcílio Dias, colocou a mão na bola dentro da área. O árbitro Leandro Messina Perrone, porém, deixou o jogo seguir. A primeira grande chance da Cambura veio aos 24 minutos. Cassio cruzou e Padu cabeceou bonito, mas viu Rafael Kahn fazer boa defesa. Três minutos depois, mais uma grande chance. Hyantony recebeu cruzamento de Mano e cabeceou tirando do goleiro, mas viu Kahn se esticar todo para alcançar e evitar o gol tricolor. A primeira chance clara do Marcílio Dias só aconteceu aos 42 minutos, mas a bola foi pela linha de fundo. Intervalo, 0x0.

Na segunda etapa, novamente, o duelo começou estudado. E foi assim até por volta dos 30 minutos, quando os donos da casa começaram a criar suas chances mais claras na partida. Aí, apareceu a estrela do goleiro Paulo Roberto. Aos 34 e aos 44 minutos, o camisa 1 da Cambura fez defesas sensacionais, evitando o que seria o gol do Marcílio Dias. No fim, placar justo pelo que as equipes produziram em dois tempos bem distintos: Marcílio Dias 0, Camboriú 0.

Camboriú: Paulo Roberto, Mano, Vitor Hugo, Alex Bruno, Willian Fernando; Renato Junior, Jessé, Padu (Guilherme), Cassio; Klysman (Diego Santana) e Hyantony. Téc.: Rodrigo Bandeira.

Foto: Bernardo Marucco/Marcílio Dias

Share Now

Related Post

Deixe uma resposta

Você precisa estar logado para inserir um cometário