Tricolor goleia no Robertão: 4×1

Valeu a espera. Depois de duas semanas sem entrar em campo, o Camboriú FC voltou a disputar uma partida oficial e, jogando no Robertão, não decepcionou a torcida. Em partida válida pela segunda rodada do returno da Série B, o Tricolor contou com a estrela do estreante Brasão, que balançou as redes três vezes, e venceu o Operário de Mafra por 4×1. Leo Franco também balançou as redes para o Tricolor, enquanto Rincón marcou para os visitantes.

Com o resultado, a Cambura soma agora 19 pontos na Série B do estadual e ocupa a terceira colocação. Os mesmos 19 pontos tem o Juventus Jaraguá, vice-líder, que soma uma vitória a mais (6×5) do que o Tricolor. O líder é o Atlético Tubarão, com 20 pontos. O time do sul do estado, inclusive, é o próximo adversário do Camboriú, no domingo, dia 26, às 15 horas no estádio Domingos Gonzales, em Tubarão.

O jogo

O Camboriú começou a partida tomando a iniciativa de ataque e logo presenteou a torcida. Aos 17 minutos, em jogada pela direita, Marcelo Quilder cruzou e encontrou Brasão na área. Reestreando pela Cambura depois de oito anos, o atacante finalizou de carrinho e acertou o ângulo do gol adversário: 1×0 Cambura.

Quinze minutos depois, o lance nasceu da esquerda. Leandro Silva tentou lançamento para o ataque, mas a zaga cortou. No rebote, Leo Franco arriscou de longe e acertou um belo chute, marcando o segundo da Cambura no jogo, o primeiro do meia na Série B. Ainda no primeiro tempo, aos 43, novamente Quilder serviu Brasão. O atacante bateu firme para fechar o placar do primeiro tempo: Tricolor 3 a 0.

Logo no primeiro minuto do segundo tempo, um susto. O Operário foi ao ataque e Rincón diminuiu o placar. Os visitantes passaram a gostar do jogo e até criaram algumas chances, mas pararam na zaga e em mais uma bela atuação do goleiro Rodrigo Rocha. Pela Cambura, Quilder teve a chance de ampliar aos 7, mas parou em um milagre do goleiro Rudi.

Aos 32, no entanto, o goleiro adversário nada pode fazer quando Brasão, com categoria, aplicou um chapéu no camisa 1. O atacante ainda driblou o zagueiro do Operário antes de entrar com bola e tudo para marcar seu terceiro na partida. Um golaço! O nono de Brasão com a camisa Tricolor. Com o placar definido, a Cambura apenas administrou o jogo nos minutos finais. Camboriú 4, Operário 1.

Camboriú: Rodrigo Rocha, Thoni, Milanez, Lucas, Leandro Silva; Duda, Jessé, Michel (Gesiel), Leo Franco (Tremonti); Marcelo Quilder (Leo Santos) e Brasão. Téc.: Rony Aguilar.

Share Now

Related Post

Deixe uma resposta

Você precisa estar logado para inserir um cometário